domingo, 3 de julho de 2011

O segundo passo depende de fé

"O segundo passo depende de fé"Quero falar para os adictos, sejam eles dependentes de álcool, drogas, comida, sexo, jogos, trabalho ou qualquer outra compulsão: o estudo e a vivência dos Doze Passos possibilita abstinência física e a mudança do modo de pensar e de agir. Nisto constitui a recuperação plena.

No primeiro passo da semana passada, vimos que, quando o adicto admite sua impotência perante sua compulsão, quando ele admite seus defeitos de caráter e deseja eliminá-los, e quando ele admite que não pode controlar sua vida, ele dá o pontapé inicial para sua nova vida. No entanto, ele se sente desamparado e o vazio dentro dele dá a impressão de solidão. Este vazio precisa ser preenchido por algo maior que ele. E este algo é Deus.

O segundo passo é, portanto, sobre fé. Confiar e crer.A fé não é intelectualizada; ela simplesmente é. A fé não é fabricada; vem de Deus. A fé não é adquirida; é uma dádiva. A fé não é opcional; é uma necessidade.

Diante disto, os Narcóticos Anônimos e os Alcoólicos Anônimos dizem sobre o segundo passo: “viemos a acreditar que um Poder Superior a nós mesmos poderia devolver-nos a sanidade”.

É isto aí. O segundo passo é também o da esperança, pois acredita na volta à sanidade através de Deus, este poder superior a todos nós.

Então, Deus pode curar um adicto? Claro que sim. Basta apenas ele querer ser curado e seguir a programação espiritual dos doze passos para a recuperação .A força necessária, Deus proporciona! A cura que Deus oferece é por meio da mudança interior, através da rendição, da fé, da humildade, da honestidade, da boa vontade, do perdão, da oração e da fraternidade.

O próprio Deus diz: “Não tenhas medo, pois estou contigo” (Is 41,10). Então, meu amigo, para dar o segundo passo, é necessário  simplesmente  pedir ajuda e confiar no seu Deus. Para avançar, você nem precisa entender o que está à frente. Apenas acredite, porque  Ele sabe o caminho e o mostra para você.

Contem comigo, conto com vocês.

Irani Maria V. de Castro
e-mail; irani.castro@hotmail.com
(12) 3674-3899

3 comentários:

  1. O meu Poder Superior se restringe ao convívio nas reuniões das irmandades que frequento e para mim cada companheiro que me ouve e é ouvido por mim é meu poder superior naquele momento.
    Não sou ateia mas agnóstica e sendo assim penso que se há um Deus ou não, minha vida continuará a mesma pois se Deus não interfere na vida de um bebẽ vítima de pedofilia e outros males, interferiria ele na vida de uma pessoa adulta? Não acredito.
    Logo, para mim, o que importa é admitir minha impotência perante minha adicção e levar a mensagem.
    " Juntos conseguimos o que jamais conseguiríamos sozinhos ".

    ResponderExcluir
  2. O segundo passo, é o passo da fé, é passo da entrega, é o passo onde reconhecemos que sozinhos não damos conta de pelejar contra nossos piores pesadelos, e a partir daí viemos a crer com veemência, em algo maior que nós mesmos, que é com certeza o que nos faz enxergar nossa realidade, a nossa real condição, a condição de doentes.
    Somente reconhecer que somos impotentes perante o químico, e ou álcool, e que o rumo de nossas vidas não dependia mas de nós mesmos, mas sim da necessidade de satisfazer nossos desejos de mais uma doze não adianta de nada, pois se não houver uma total entrega de nossos maiores problemas nas mão de um poder superior a nós mesmos, ou seja, colocar aquilo que está além de nossa capacidade de resolução, nas mão de Deus, infelizmente não haverá recuperação.
    Temos que compreender que do nosso jeito não dá certo, nunca deu, e não é agora que conhecemos a programação que será diferente, pois sabemos que a doença é crônica, progressiva e fatal, sabemos também que ela atinge a mente, o corpo e o espirito, isso mesmo, o espirito, então entregar nossos caminhos e vontades nas mão de um Deus zeloso e amoroso, o qual nos dá a possibilidade de reavermos nosso censo de crítica, que nos reintegra a posse de nossa sanidade a qual a doença nos furtou, é o mais sensato a fazer.

    ResponderExcluir
  3. Olá pessoal, tem um site muito bom para criar o décimo passo online. http://www.passo10na.com.br

    ResponderExcluir