domingo, 26 de março de 2017

Reflexões Diárias de A.A.: 26/03



26 DE MARÇO
 A AULA NUNCA TERMINA
 
 Entregue-se a Deus na forma que você O concebe. Admita suas falhas a Ele e aos seus amigos. Desfaça-se das ruínas do seu passado. Dê em abundância daquilo que você encontrar e una-se a nós. Estaremos com você na Irmandade do Espírito e, com certeza também se encontrará com alguns de nós na sua passagem pelo Caminho do Destino Feliz. Que Deus o abençoe e o guarde até lá.
 ALCOÓLICOS ANÔNIMOS, cap. 11, § 56

     Estas palavras dão um nó na minha garganta cada vez que as leio. No começo era porque eu sentia, “Oh não! A aula está terminando. Agora estou por minha conta. Isto nunca será novo outra vez.” Hoje sinto profunda afeição por nossos pioneiros de A.A. quando leio esta passagem, percebendo que ela soma tudo em que acredito e pelo qual luto e que – com a graça de Deus – a aula nunca termina, nunca estou por minha conta, e cada dia é uma nova esperança.
______

Meditação do dia:
Seu próprio caráter pode ainda não estar bem formado, mas de alguma forma sabe que Deus permitiu que ele tivesse um vigoroso começo, e sente que está à beira de novos mistérios, alegrias e experiências com as quais nunca havia sonhado.”
(Na Opinião do Bill, p.298)


Daily Reflection
MARCH 26

THE TEACHING IS NEVER OVER

Abandon yourself to God as you understand God. Admit your faults to Him and to your fellows. Clear away the wreckage of your past Give freely of what you find and join us. We shall be with you in the Fellowship of the Spirit, and you will surely meet some of us as you trudge the Road of Happy Destiny. May God bless you and keep you—until then.

ALCOHOLICS ANONYMOUS, p. 164


These words put a lump in my throat each time I read them. In the beginning it was because I felt, "Oh no! The teaching is over. Now I'm on my own. It will never be this new again." Today I feel deep affection for our A.A. pioneers when I read this passage, realizing that it sums up all of what I believe in, and strive for, and that—with God's blessing—the teaching is never over, I'm never on my own, and every day is brand new.

sábado, 25 de março de 2017

Reflexões Diárias de A.A.: 25/03



25 DE MARÇO
 UM CORAÇÃO PLENO DE GRATIDÃO
Tento convencer-me de que um coração pleno e agradecido não pode abrigar nenhum orgulho. Transbordando de gratidão, o coração por certo só pode dar amor, a mais bela emoção que jamais poderemos sentir.
 NA OPINIÃO DO BILL, p.37

     Acredito que nós em Alcoólicos Anônimos somos afortunados porque somos constantemente lembrados da necessidade de ser gratos, e de como é importante a gratidão para a nossa sobriedade. Sou realmente agradecido pela sobriedade que Deus me deu através do programa de A.A. e estou feliz porque posso dar de volta o que me foi dado livremente. Sou grato não somente pela sobriedade, mas pela qualidade de vida que minha sobriedade proporciona.
    Deus tem sido benevolente o bastante para dar-me dias sóbrios e uma vida abençoada com paz e contentamento, bem como a habilidade de dar e receber amor, e a oportunidade de servir aos outros – em nossa Irmandade, na minha família e na minha comunidade. Por tudo isto, eu tenho “um coração pleno de gratidão.”
______

Meditação do dia:
... a força maior que contribui para a unidade de A.A. é o amor irresistível que temos por nossos companheiros e por nossos princípios.”
(Na Opinião do Bill, p.273)


Daily Reflection
MARCH 25

A FULL AND THANKFUL HEART

I try hard to hold fast to the truth that a full and thankful heart cannot entertain great conceits. When brimming with gratitude, one's heartbeat must surely result in outgoing love, the finest emotion that we can ever know.

AS BILL SEES IT, p. 37


I believe that we in Alcoholics Anonymous are fortunate in that we are constantly reminded of the need to be grateful and of how important gratitude is to our sobriety. I am truly grateful for the sobriety God has given me through the A.A. program and am glad I can give back what was given to me freely. I am grateful not only for sobriety, but for the quality of life my sobriety has brought. God has been gracious enough to give me sober days and a life blessed with peace and contentment, as well as the ability to give and receive love, and the opportunity to serve others—in our Fellowship, my family and my community. For all of this, I have "a full and thankful heart."