sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 24/10

24 DE OUTUBRO
PELA FÉ E PELAS OBRAS

A estrutura da nossa Irmandade foi forjada à custa dos ensinamentos da experiência... Assim se deu com A.A. Pela fé e através das obras fizemos valer as lições de uma incrível experiência. Essa fé e essas obras estão hoje presentes nas Doze Tradições de Alcoólicos Anônimos que – se Deus quiser – manterão nossa unidade durante todo o tempo que Ele precisar de nós.

Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.117

     Deus me permitiu o direito de estar errado para que nossa Irmandade exista como ela é hoje. Se coloco a vontade de Deus em primeiro lugar na minha vida, é muito provável que A.A., como eu o conheço, permanecerá como está hoje.
______

Meditação do dia:
No seu grande assoalho inscrevemos nossos Doze Passos de recuperação. Nas paredes laterais foram colocados os alicerces das Tradições de A.A. para assim manter-nos em unidade até quando Deus quiser.” (Na Opinião do Bill, p. 155)

Daily Reflection
OCTOBER 24
"BY FAITH AND BY WORKS"

On anvils of experience, the structure of our Society was hammered out. . . . Thus has it been with A.A. By faith and by works we have been able to build upon the lessons of an incredible experience. They live today in the Twelve Traditions of Alcoholics Anonymous, which—God willing—shall sustain us in unity for so long as He may need us.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 131

God has allowed me the right to be wrong in order for our Fellowship to exist as it does today. If I place God's will first in my life, it is very likely that A.A. as I know it today will remain as it is.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 23/10

23 DE OUTUBRO
O QUE CONHECEMOS MELHOR

Sapateiro, não vás além da tua chinela”... melhor é fazer alguma coisa extremamente bem, do que fazer mal muitas coisas. Este é o tema central desta Tradição (Quinta). Em torno dela constrói-se a unidade de nossa Irmandade. A própria vida da nossa Irmandade exige a preservação desse princípio.
Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.135

    A sobrevivência de A.A. depende da unidade. O que aconteceria se um grupo decidisse ser uma agência de empregos, um centro de tratamento ou uma agência de serviço social.    
   Muitas especializações levam a especialização nenhuma, ao desperdício de esforços e, finalmente, ao declínio. Tenho qualificação para compartilhar meu sofrimento e minha maneira de recuperação com o ingressante. Conformidade ao propósito primordial de A.A. garante a segurança da maravilhosa dádiva da sobriedade, assim minha responsabilidade é enorme. A vida de milhões de alcoólicos está intimamente ligada à minha competência em “transmitir mensagem para o alcoólico que ainda sofre”.
______

Meditação do dia:

Não é sempre a quantidade de coisas boas que você faz, é também a qualidade que conta.”
Acima de tudo, faça-o um dia de cada vez.” (Na Opinião do Bill, p.11)

Daily Reflection
OCTOBER 23
WHAT WE KNOW BEST

"Shoemaker, stick to thy last!" . . . better do one thing supremely well than many badly. That is the central theme of this Tradition [Five]. Around it our Society gathers in unity. The very life of our Fellowship requires the preservation of this principle.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 150

The survival of A.A. depends upon unity. What would happen if a group decided to become an employment agency, a treatment center or a social service agency? Too much specialization leads to no specialization, to frittering of efforts and, finally, to decline. I have the qualifications to share my sufferings and my way of recovery with the newcomer. Conformity to A.A.'s primary purpose insures the safety of the wonderful gift of sobriety, so my responsibility is enormous. The life of millions of alcoholics is closely tied to my competence in "carrying the message to the still-suffering alcoholic."


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A,A.: 22/10

22 DE OUTUBRO
VERDADEIRA TOLERÂNCIA


Finalmente começamos a perceber que todas as pessoas, nós inclusive, estamos mais ou menos emocionalmente doentes e frequentemente errados, e então, aproximando-nos da verdadeira tolerância, conhecemos o real significado do amor ao próximo.

Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.82

     Ocorreu-me o pensamento de que, até certo ponto, todas as pessoas são emocionalmente doentes. Como nós poderíamos não ser? Quem entre nós é perfeito espiritualmente? Quem entre nós é fisicamente perfeito? Como poderia algum de nós ser perfeito emocionalmente? Portanto, o que mais podemos nós fazer, senão suportar um ao outro e tratar cada um como gostaríamos de ser tratados em circunstâncias similares?
     Isso é realmente o amor.
______

Meditação do dia:
É dessa forma portanto que acredito que a estabilidade emocional possa funcionar. Se examinarmos cada contratempo que nos aparece, grande ou pequeno, descobriremos na raiz dele alguma dependência doentia e sua consequente exigência doentia. Vamos abandonar continuamente, com a ajuda de Deus, essas dependências embaraçantes. Poderemos então nos libertar para viver com amor.” (O Melhor de Bill, p.53)

Daily Reflection
OCTOBER 22
TRUE TOLERANCE

Finally, we begin to see that all people, including ourselves, are to some extent emotionally ill as well as frequently wrong and then we approach true tolerance and see what real love for our fellows actually means
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 92

The thought occurred to me that all people are emotionally ill to some extent. How could we not be? Who among us is spiritually perfect? Who among us is physically perfect? How could any of us be emotionally perfect? Therefore, what else are we to do but bear with one another and treat each other as we would be treated in similar circumstances? That is what love really is.



terça-feira, 21 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 21/10

21 DE OUTUBRO
NADA CRESCE NA ESCURIDÃO

Desejaremos que cresça e floresça o bem que está dentro de todos nós, por pior que sejamos.

Na Opinião do Bill, p. 10

   Com a autodisciplina e a percepção que ganhei praticando o Décimo Passo, começo a conhecer as gratificações da sobriedade – não como uma mera abstinência do álcool, mas como uma recuperação em todos os aspectos de minha vida.
   Renovo a esperança, regenero a fé e ganho novamente a dignidade do autorrespeito. Descobri a palavra “e” na frase “e quando estávamos errados, admitimos prontamente”.
  Tranquilo de que não estou mais sempre errado, aprendo a aceitar a mim mesmo, como sou, com um novo entendimento dos milagres da sobriedade e serenidade.
______

Meditação do dia:
Mas ocasionalmente eu tinha simplesmente que enfrentar determinadas situações onde, frente a frente, estava me saindo muito mal. De imediato, estabelecia-se uma assombrosa revolta. Em seguida, a procura de desculpas tornava-se frenética.” (O Melhor de Bill, p.42)

Daily Reflection
OCTOBER 21
NOTHING GROWS IN THE DARK

We will want the good that is in us all, even in the worst of us, to flower and to grow.
AS BILL SEES IT, p. 10
With the self-discipline and insight gained from practicing Step Ten, I begin to know the gratifications of sobriety— not as mere abstinence from alcohol, but as recovery in every department of my life.
I renew hope, regenerate faith, and regain the dignity of self-respect. I discover the word "and" in the phrase "and when we were wrong, promptly admitted it."
Reassured that I am no longer always wrong, I learn to accept myself as I am, with a new sense of the miracles of sobriety and serenity.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 20/10

20 DE OUTUBRO
CONFORTO PARA A CONFUSÃO

Evidentemente o problema daquele que se afasta da fé é o de uma confusão profunda. Acha-se desprovido do conforto de qualquer crença. Nem sequer num grau mínimo consegue alcançar a convicção do crente, do agnóstico ou do ateu. O desnorteado é ele.

Os Doze Passos e as Doze Tradições, p. 24

   O conceito de Deus foi um com os quais lutei nos meus primeiros anos de sobriedade. As imagens que vinham para mim, evocadas do meu passado, eram sobrecarregadas de medo, rejeição e condenação. Então ouvi meu amigo Ed descrever sobre a imagem que tinha de um Poder Superior: Quando garoto, lhe foi dada uma ninhada de cachorrinhos, desde que ele assumisse a responsabilidade de cuidar deles. Toda manhã, ele encontrava os inevitáveis “subprodutos” dos cachorrinhos no piso da cozinha. Apesar da frustração, Ed dizia que ele não podia ficar zangado porque “esta é a natureza dos cachorrinhos”. Ed dizia que Deus olhava nossos defeitos e imperfeições com o mesmo entendimento e calor. Muitas vezes encontrei consolo da minha confusão pessoal no reconfortante conceito de Deus feito por Ed.
______

Meditação do dia:
A fé é confiança autêntica se constituída tanto pela dúvida e a incerteza quanto pela confiança e o otimismo. (Espiritualidade para Céticos - Robert C. Solomon, p.118)

Daily Reflection
OCTOBER 20
SOLACE FOR CONFUSION

Obviously, the dilemma of the wanderer from faith is that of profound confusion. He thinks himself lost to the comfort of any conviction at all He cannot attain in even a small degree the assurance of the believer, the agnostic, or the atheist. He is the bewildered one.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 28

The concept of God was one that I struggled with during my early years of sobriety. The images that came to me, conjured from my past, were heavy with fear, rejection and condemnation. Then I heard my friend Ed's image of a Higher Power: As a boy he had been allowed a Utter of puppies, provided that he assume responsibility for their care. Each morning he would find the unavoidable "byproducts" of the puppies on the kitchen floor. Despite frustration, Ed said he couldn't get angry because "that's the nature of puppies." Ed felt that God viewed our defects and shortcomings with a similar understanding and warmth. I've often found solace from my personal confusion in Ed's calming concept of God.


domingo, 19 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 19/10

19 DE OUTUBRO
A RAIZ PRINCIPAL” DE A.A.

O princípio de que não encontraremos qualquer força duradoura sem que antes admitamos a derrota completa, é a raiz principal da qual germinou e floresceu nossa Irmandade.

Os Doze Passos e as Doze Tradições, p. 18

   Derrotado e sabendo disto, cheguei às portas de A.A. sozinho e com medo do desconhecido. Um poder fora de mim mesmo havia me tirado de minha casa, guiou-me para uma lista telefônica, depois até a parada de ônibus e pelas portas de Alcoólicos Anônimos. Uma vez dentro de A.A. experimentei uma sensação de ser amado e aceito, algo que não sentia desde a minha tenra infância.
   Que nunca perca a sensação de milagre que experimentei nessa primeira noite com A.A., o maior evento de toda a minha vida.
______

Meditação do dia:
Consequentemente, quando contemplamos o futuro, nós, os AAs, devemos sempre nos perguntar se o espírito que hoje nos une em nossa causa comum, será sempre mais forte que aquelas ambições e aqueles desejos pessoais que tendem a nos afastar.” (A Linguagem do Coração, p. 9)

Daily Reflection
OCTOBER 19
A.A'S "MAIN TAPROOT"

The principle that we shall find no enduring strength until we first admit complete defeat is the main taproot from which our whole Society has sprung and flowered.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, pp. 21-22

Defeated, and knowing it, I arrived at the doors of A.A., alone and afraid of the unknown. A power outside of myself had picked me up off my bed, guided me to the phone book, then to the bus stop, and through the doors of Alcoholics Anonymous. Once inside A.A. I experienced a sense of being loved and accepted, something I had net felt since early childhood. May I never lose the sense of wonder I experienced on that first evening with A.A., the greatest event of my entire life.

sábado, 18 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 18/10

18 DE OUTUBRO
UMA MENTE ABERTA

A verdadeira humildade e a mente aberta poderão nos conduzir à fé...

Os Doze Passos e as Doze Tradições, p. 28

   Meu pensamento alcoólico me levou a acreditar que eu podia controlar a bebida, mas não conseguia. Quando vim para A.A., percebi que Deus estava falando para mim através do meu Grupo. Minha mente se abriu o suficiente para perceber que eu precisava de Sua ajuda. Uma real e honesta aceitação de A.A. levou mais tempo, mas com ela veio a humildade. Sei como eu era insano, e hoje sou extremamente grato por ter minha sanidade restaurada e ser um alcoólico sóbrio.
   A nova e sóbria pessoa que sou, é muito melhor do que jamais eu poderia ter sido sem A.A.
______

Meditação do dia:
É assim que posso encontrar e permanecer no verdadeiro caminho da humildade, que está situado entre esses dois extremos. Logo, é necessário um inventário constante que possa mostrar quando me afasto do caminho.” (Na Opinião do Bill, p.12)

Daily Reflection
OCTOBER 18
AN OPEN MIND

True humility and an open mind can lead us to faith, . . .
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 33

My alcoholic thinking led me to believe that I could control my drinking, but I couldn't. When I came to A.A., I realized that God was speaking to me through my group. My mind was open just enough to know that I needed His help. A real, honest acceptance of AA. took more time, but with it
came humility. I know how insane I was, and I am extremely grateful to have my sanity restored to me and to be a sober alcoholic. The new, sober me is a much better person than I ever could have been without A.A.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 17/10

17 DE OUTUBRO
UM AJUSTAMENTO DIÁRIO

Cada dia é um dia em que devemos aplicar a visão da vontade de Deus em todas as nossas atividades.
Alcoólicos Anônimos, Cap. 6; § 42

   Como mantenho minha condição espiritual?
   Para mim é muito simples: todo dia peço ao Poder Superior que me conceda a graça da sobriedade por mais aquele dia!
   Tenho conversado com muitos alcoólicos que voltaram a beber e sempre pergunto a eles: “Você rezou por sobriedade no dia em que tomou o primeiro gole?” Nenhum deles disse que sim. Quando pratico o Décimo Passo e tento manter minha casa em ordem diariamente, sei que se eu pedir por um indulto diário, ele será concedido.
______

Meditação do dia:
Muitas pessoas não querem saber de valores espirituais absolutos. Perfeccionistas, dizem elas, ou estão cheias de presunção porque imaginam que alcançaram algum objetivo impossível, ou ainda estão mergulhadas na auto condenação porque não a alcançaram.” (Na Opinião do Bill, p.15)

Daily Reflection
OCTOBER 17
A DAILY TUNE-UP

Every day is a day when we must carry the vision of God's will into all of our activities.
ALCOHOLICS ANONYMOUS, p. 85

How do I maintain my spiritual condition? For me it's quite simple: on a daily basis I ask my Higher Power to grant me the gift of sobriety for that day! I have talked to many alcoholics who have gone back to drinking and I always ask them: "Did you pray for sobriety the day you took your first drink?" Not one of them said yes. As I practice Step Ten and try to keep my house in order on a daily basis, I have the knowledge that if I ask for a daily reprieve, it will be granted.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 16/10

16 DE OUTUBRO
DURANTE CADA DIA

Não é algo que se consiga de um dia para o outro. Deve continuar durante toda a vida.

Alcoólicos Anônimos, Cap. 6; § 40

    Durante meus primeiros anos em A.A., considerava o Décimo Passo como uma sugestão de que olhasse periodicamente ao meu comportamento e reações. Se houvesse alguma coisa errada, deveria admiti-la; se uma desculpa fosse necessária, deveria pedi-la.
   Após alguns anos de sobriedade, senti que podia fazer um autoexame mais frequentemente. Somente após a passagem de mais alguns anos eu percebi o significado total do Décimo Passo e da palavra “continuamos”. “Continuamos não significa de vez em quando, ou frequentemente. Significa “durante cada dia”.
______

Meditação do dia:
Pois esses minutos, e às vezes horas, gastos com o autoexame conseguem tornar as outras horas do dia melhores e mais felizes.” (Na Opinião do Bill, p.233)

Daily Reflection
OCTOBER 16
THROUGHOUT EACH DAY

This is not an overnight matter. It should continue for our lifetime.
ALCOHOLICS ANONYMOUS, p. 84

During my early years in A. A. I saw Step Ten as a suggestion that I periodically look at my behavior and reactions. If there was something wrong, I should admit it; if an apology was necessary, I should give one. After a few years of sobriety I felt I should undertake a selfexamination more frequently. Not until several more years of sobriety had elapsed did I realize the full meaning of Step Ten, and the word "continued." "Continued" does not mean occasionally, or frequently. It means throughout each day.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 15/10

15 DE OUTUBRO
 
MEU INVENTÁRIO, NÃO O SEU

A “fofoca” acrescida de nossa ira, uma forma gentil de homicídio por meio da destruição do caráter, também traz suas satisfações para nós. Nestes casos, não estamos tentando ajudar àqueles que criticamos; estamos tentando proclamar nossa própria retidão.

Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.59

   Às vezes não percebo que fiz fofoca de alguém, até que chega o fim do dia, quando faço um inventário das atividades, e então minhas fofocas aparecem como uma mancha num dia maravilhoso. Como pude ter dito uma coisa como essa?
   A fofoca mostra a sua feia cabeça durante um café ou um lanche com os sócios de negócios, ou posso fofocar à noite, quando estou cansado das atividades do dia e me sinto justificado em reforçar meu ego às custas de alguém.
   Defeitos de caráter como a fofoca se introduzem em minha vida quando não estou fazendo um esforço constante para praticar os Doze Passos. Preciso lembrar a mim mesmo que minha unicidade é a bênção de meu ser, e que isso se aplica igualmente a qualquer um que cruze meu caminho. Hoje, o único inventário que preciso fazer é o meu. Deixo o julgamento dos outros para o Juízo Final – a Divina Providência.
______Meditação do dia:
É claro que minha deficiência realmente grande – orgulho e arrogância espirituais – nunca era examinada. Eu havia desligado a luz por meio da qual poderia tê-la enxergado.”
(O Melhor de Bill, p.43)

Daily Reflection

OCTOBER 15
MY CHECKLIST, NOT YOURS

Gossip barbed with our anger, a polite form of murder by character assassination, has its satisfactions for us, too. Here we are not trying to help those we criticize; we are trying to proclaim our own righteousness.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 67

Sometimes I don't realize that I gossiped about someone until the end of the day, when I take an inventory of the day's activities, and then, my gossiping appears like a blemish in my beautiful day. How could I have said something like that? Gossip shows its ugly head during a coffee break or lunch with business associates, or I may gossip during the evening, when I'm tired from the day's activities, and feel justified in bolstering my ego at the expense of someone else.
      Character defects like gossip sneak into my life when I am not making a constant effort to work the Twelve Steps of recovery. I need to remind myself that my uniqueness is the blessing of my being, and that applies equally to everyone who crosses my path in life's journey. Today the only
inventory I need to take is my own. I'll leave judgment of others to the Final Judge—Divine Providence.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 14/10

14 DE OUTUBRO
 
UM PROGRAMA PARA VIVER

Quando nos deitamos à noite, revisamos construtivamente o nosso dia... Ao acordar, pensamos nas vinte quatro horas vindouras... Antes de começar, pedimos que Deus dirija nossos pensamentos e, especialmente, que eles sejam divorciados da autopiedade, da desonestidade e do egoísmo.

Alcoólicos Anônimos, Cap. 6; § 45 e 46

   A mim faltava serenidade. Com mais coisas para fazer do que era possível, embora me esforçasse muito, cada vez estava mais atrasado. Preocupações sobre coisas não feitas ontem e medo pelos prazos de entrega amanhã, negavam-me a calma que eu precisava para ser eficaz a cada dia.
   Antes de praticar o Décimo e o Décimo Primeiro Passos comecei a ler passagens como a citada acima.
   Tentei focalizar a vontade de Deus, não meus problemas, e confiar que Ele poderia administrar o meu dia.
   Funcionou! Foi devagar, mas funcionou!
______ 
Meditação do dia:
Podemos também reexaminar o problema da 'falta de fé', tal como ele existe bem à nossa porta.”  
(O Melhor de Bill, p.5)

Daily Reflection
OCTOBER 14
A PROGRAM FOR LIVING

When we retire at night, we constructively review our day. . . . On awakening let us think about the twenty-four hours ahead. . . . Before we begin, we ask God to direct our thinking, especially asking that it be divorced from selfpity, dishonest or self-seeking motives.
ALCOHOLICS ANONYMOUS, p. 86

I lacked serenity. With more to do than seemed possible, I fell further behind, no matter how hard I tried. Worries about things not done yesterday and fear of tomorrow's deadlines denied me the calm I needed to be effective each day. Before taking Steps Ten and Eleven, I began to read passages like the one cited above. I tried to focus on God's will, not my problems, and to trust that He would manage my day. It worked! Slowly, but it worked!

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 13/10

13 DE OUTUBRO
 
INVENTÁRIOS INCESSANTES

Continuamos vigiando o egoísmo, a desonestidade, o ressentimento e o medo. Quando estes surgirem, pediremos imediatamente a Deus que os remova. Iremos discuti-los em seguida com alguma pessoa e, se causamos algum dano, prontamente vamos repará-lo. Então, firmemente, voltamos nossos pensamentos para alguém a quem possamos ajudar.

Alcoólicos Anônimos, Cap.6; § 40

  A aceitação imediata de pensamentos ou ações erradas é uma tarefa difícil para a maioria dos seres humanos, mas para alcoólicos em recuperação como eu, é difícil devido à minha propensão para o egoísmo, o medo e o orgulho. A liberdade que o programa de A.A. me oferece torna-se mais abundante quando, através de inventários incessantes de mim mesmo, admito, reconheço e aceito responsabilidade por meus erros. É possível então para mim conseguir uma compreensão mais profunda e mais ampla do que é a humildade. Minha disposição em admitir quando a falta é minha, facilita o progresso de meu crescimento e me ajuda a ser mais compreensivo e prestativo para os outros.
______ 
Meditação do dia:
Mas precisamos tomar cuidado para não sermos arrastados para a preocupação, o remorso ou a reflexão mórbida, pois isto iria nos tornar menos úteis aos outros.”
(Alcoólicos Anônimos, Cap. 6; § 45)

Daily Reflection
OCTOBER 13
UNREMITTING INVENTORIES

Continue to watch for selfishness, dishonesty, resentment, and fear. When these crop up, we ask God at once to remove them. We discuss them with someone immediately and make amends quickly if we have harmed anyone. Then we resolutely turn our thoughts to someone we can help.
ALCOHOLICS ANONYMOUS, p. 84

The immediate admission of wrong thoughts or actions is a tough task for most human beings, but for recovering alcoholics like me it is difficult because of my propensity toward ego, fear and pride. The freedom the A.A. program offers me becomes more abundant when, through unremitting inventories of myself, I admit, acknowledge and accept responsibility for my wrong-doing. It is possible then for me to grow into a deeper and better understanding of humility. My willingness to admit when the fault is mine facilitates the progression of my growth and helps me to become more understanding and helpful to others.

domingo, 12 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 12/10

12 DE OUTUBRO
 
REFREANDO A PRECIPITAÇÃO

Quando falamos ou agimos precipitada ou imprudentemente. Nossa capacidade de fazer justiça e ser tolerante se evapora imediatamente.
Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.81

   Ser justo e tolerante é um objetivo para o qual preciso trabalhar diariamente. Peço a Deus, como eu O concebo, para me ajudar a ser amoroso e tolerante com as pessoas que amo e com que aqueles que estão em maior contato comigo.
   Peço orientação para reprimir minha língua quando estou agitado, e paro um momento para refletir sobre o cataclismo emocional que minhas palavras podem causar, não somente a outros mas também em mim. Oração, meditação e inventários são a chave para um pensamento firme e ação positiva para mim.
______Meditação do dia:
Cálculo espiritual, dirá você. Nada disso. Observe qualquer recém-chegado em A.A. há seis meses trabalhando em um novo caso de Décimo Segundo Passo. Se a 'vítima' disser 'Vá para o diabo', o Mensageiro apenas sorrirá e se dedicará a outro caso.” (O Melhor de Bill, p.52)

Daily Reflection
OCTOBER 12
CURBING RASHNESS

When we speak or act hastily or rashly, the ability to be fair-minded and tolerant evaporates on the spot.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 91

Being fair-minded and tolerant is a goal toward which I must work daily. I ask God, as I understand Him, to help me to be loving and tolerant to my loved ones, and to those with whom I am in close contact. I ask for guidance to curb my speech when I am agitated, and I take a moment to reflect on the emotional upheaval my words may cause, not only to someone else, but also to myself. Prayer, meditation and inventories are the key to sound thinking and positive action for me.


sábado, 11 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 11/10

11 DE OUTUBRO
 
AUTODOMÍNIO

Nosso primeiro alvo deve ser o desenvolvimento do autodomínio.

Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.81

     Minha viagem para o trabalho me dá a oportunidade para fazer um autoexame.
    Um dia, quando fazia essa viagem, comecei a rever o meu progresso na sobriedade e não fiquei feliz com o que vi. Esperei passar o dia, trabalhando, esquecer esses pensamentos incômodos. Porém, como ia aparecendo um desapontamento após outro, meu descontentamento somente aumentou e as pressões dentro de mim continuaram subindo.
   Me recolhi para uma mesa isolada na sala da firma e me perguntei como poderia aproveitar melhor o restante do dia. Antigamente, quando as coisas iam mal, instintivamente desejava lutar contra. Mas, durante o curto tempo que eu tinha tentado viver o programa de A.A., havia aprendido a voltar atrás e dar uma olhada em mim mesmo. Reconheci que, embora não sendo a pessoa que desejava ser, eu tinha aprendido a não reagir da minha velha maneira. Aquelas velhas estruturas de comportamento só trouxeram tristeza e dor para mim e para os outros. Voltei para minha seção de trabalho, determinado a ter um dia produtivo, agradecendo a Deus pela chance de fazer progresso aquele dia.
______Meditação do dia:
Como um explorador faminto ao esgotar a última migalha de alimento, encontramos ouro. A alegria que sentimos ao sermos libertados de uma vida toda de frustração foi enorme.”
(Na opinião do Bill, p.57)

Daily Reflection
OCTOBER 11
SELF-RESTRAINT

Our first objective will be the development of self-restraint.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 91

My drive to work provides me with an opportunity for selfexamination. One day while making this trip, I began to review my progress in sobriety, and was not happy with what I saw. I hoped that, as the work day progressed, I would forget these troublesome thoughts, but as one disappointment after another kept coming, my discontent only increased, and the pressures within me kept mounting.
     I retreated to an isolated table in the lounge, and asked myself how I could make the most of the rest of the day. In the past, when things went wrong, I instinctively wanted to fight back. But during the short time I had been trying to five the A.A. program I had learned to step back and take a look at myself. I recognized that, although I was not the person I wanted to be, I had learned to not react in my old ways. Those old patterns of behavior only brought sorrow and hurt, to me and to others. I returned to my work station, determined to make the day a productive one, thanking God for the chance to make progress that day.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 10/10

10 DE OUTUBRO
 
CONSERTANDO A MIM, NÃO A VOCÊ

Se ao sermos ofendidos, nos irritamos, é sinal de que também estamos errados.

Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.80

   Que alívio eu senti quando me mostraram esta passagem.
  De repente vi que podia fazer alguma coisa a respeito de minha raiva, podia consertar-me ao invés de tentar consertar os outros. Acredito que não há exceções a este preceito.
  Quando estou com raiva, ela está sempre autocentrada. Preciso continuar me lembrando que sou humano e que estou fazendo o melhor que posso, mesmo quando este melhor é pouco.
  Assim, peço a Deus para remover minha raiva e deixar-me realmente livre.
______Meditação do dia:
Isso deixa cada um de nós exposto à racionalização de que podemos ficar com raiva quando quisermos, desde que possamos achar justa a nossa raiva.” (Na Opinião do Bill, p.58)

Daily Reflection
OCTOBER 10
FIXING ME, NOT YOU

If somebody hurts us and we are sore, we are in the wrong also.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 90

What a freedom I felt when this passage was pointed out to me! Suddenly I saw that I could do something about my anger, I could fix me, instead of trying to fix them. I believe that there are no exceptions to the axiom. When I am angry, my anger is always self-centered. I must keep reminding myself that I am human, that I am doing the best I can, even when that best is sometimes poor. So I ask God to remove my anger and truly set me free.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Reflexões Diárias de A.A.: 09/10

9 DE OUTUBRO
UM PRECEITO ESPIRITUAL

É um preceito espiritual, que cada vez que estamos perturbados, seja qual for a causa, alguma coisa em nós está errada.
Os Doze Passos e as Doze Tradições, p.80

     Eu nunca entendi realmente o preceito espiritual do Décimo Passo, até ter a seguinte experiência. Estava sentado lendo em meu quarto, de madrugada quando, subitamente, ouvi meus cachorros latindo no pátio de trás. Meus vizinhos desaprovam este barulho, assim, com uma mistura de sentimentos de raiva e vergonha, bem como do medo da desaprovação de meus vizinhos, chamei os cachorros imediatamente.
    Várias semanas mais tarde, a mesma situação se repetiu, exatamente da mesma maneira, mas eu estava me sentindo em paz comigo mesmo e fui capaz de aceitar a situação – cachorros sempre latem – e, calmamente, chamei os cachorros.
    Os dois incidentes me ensinaram que, quando uma pessoa experimenta eventos quase idênticos e reage de duas maneiras diferentes, significa que não é a situação que é de extrema importância, mas a condição espiritual da pessoa.
  Sentimentos vêm de dentro, não das circunstâncias exteriores. Quando minha condição espiritual é positiva, eu reajo positivamente.

______ 
Meditação do dia:
Devemos ser sensatos, diplomáticos, atenciosos e humildes, sem sermos servis ou bajuladores. Como criaturas de Deus, somos independentes, não rastejamos diante de quem quer que seja.” (Alcoólicos Anônimos, Cap. 6; § 37)

Daily Reflection
OCTOBER 9
A SPIRITUAL AXIOM

It is a spiritual axiom that every time we are disturbed, no matter what the cause, there is something wrong with us.
TWELVE STEPS AND TWELVE TRADITIONS, p. 90

I never truly understood the Tenth Step's spiritual axiom until I had the following experience. I was sitting in my bedroom, reading into the wee hours, when suddenly I heard my dogs barking in the back yard. My neighbors frown on this kind of disturbance so, with mixed feelings of anger and shame, as well as fear of my neighbors' disapproval, I immediately called in my dogs. Several weeks later the exact situation repeated itself but this time, because I was feeling more at peace with myself, I was able to accept the situation—dogs will bark—and I calmly called in the dogs. Both incidents taught me that when a person experiences nearly identical events and reacts two different ways, then it is not the event which is of prime importance, but the person's spiritual condition. Feelings come from inside, not from outward circumstances. When my spiritual condition is positive, I react positively.